Rio de Janeiro, RJ

contatos.musiva@gmail.com
(21) 32159769

MAPA DO SITE

Início         

Quem somos

Projetos

  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram

REDES SOCIAIS

© Instituto Musiva

21 4105 4426          contato@musiva.org        

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

NOTÍCIAS

Confira nossas ultimas notícias!

21 4105 4426          contato@musiva.org        

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

NOTÍCIAS

Confira nossas ultimas notícias!

21 4105 4426          contato@musiva.org        

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

NOTÍCIAS

Confira nossas ultimas notícias!

MUSIVA - 6 ANOS DE TRANSFORMAÇÃO

12.07.2016

 

 

A historia do nosso projeto.

 

Musiva tem origem na palavra Mousein que significa próprio das musas e originou as palavras música, museu e mosaico. O mosaico é uma técnica milenar que promove a junção de cacos (de azulejos, vidro, cerâmica ou outros materiais sólidos). A sintonia nesta junção forma imagens que decoram superfícies planas ou curvas. O mosaico estimula o desenvolvimento motor das crianças, promove a criatividade e a participação em equipe. A arte é capaz de estimular o bem estar nos envolvidos e muitas vezes é confundida até mesmo com terapia. Muitas palavras que remetem à beleza relacionam-se com Musiva e por isso este é o nome que nos representa. Nosso objetivo é levar arte, beleza e cores para as comunidades populares incentivando a população a retomar a auto estima.

 

Em 2004 foi organizado como o Movimento Social Casa dos Mosaicistas. A casa do seu José Lins, um dos fundadores do Parque Proletário de Vigário Geral, abrigava o grupo que produzia placas de números que eram doadas aos moradores. Muitos foram os apoiadores e incentivadores do movimento que iniciava em Vigário Geral. Com o passar dos meses os números deram origens à quadros de mosaico e painéis mais elaborados. Em pouco tempo muitos imóveis já possuíam identificação postal e em um efeito multiplicador, alguns moradores passaram a pintar a fachada de suas casas para aproximar os muros à beleza dos números de mosaico. O movimento liderado pelo artista urbano Valmir Vale atraiu a atenção de um jornal de circulação no terceiro setor e partir daí começou a divulgação do Movimento social. Assim nascia o Instituto Musiva. Em 2010, já formalizada, a organização foi contratada para realizar oficinas criativas e incentivar a geração de renda nas comunidades do Complexo do Alemão e da Rocinha. Desde então o Instituto não parou mais.​

 

Em 06 anos de atuação são 1.389 beneficiários, diretos, entre atividades de educação artística e ambiental e intervenção urbana, nas comunidades de Vigário Geral, Rocinha, Complexo do Alemão, Cantagalo, Cidade de Deus, Morro do Estado (Niterói), Deodoro, Comunidade Agrícola de Higienópolis, IAPI de Del Castilho, Comunidade da Coréia (Del Castilho) e dos bairros de Ramos, Olaria, Bonsucesso, Del Castilho e Inhaúma. Musiva é uma obra de arte em construção e a premissa do Instituto é desenvolver conhecimento e realizar ações em parceria com a sociedade. É missão da instituição dar vez e voz aos indivíduos para estimular que os mesmos tomem consciência de si entendendo o seu papel como cidadãos e parte integrante da sociedade em que vivemos; envolvendo empresas, poder público, acadêmicos e comunidades, em diversas iniciativas, para fomentar o diálogo e propor soluções que beneficiem à toda a população.

 

​Após anos de experiências, realizando cursos e oficinas em comunidades, foi possível observar que a população necessita de algo que vá além do conteúdo teórico, para sair da estagnação. Para transformar vidas é necessário, também, propor soluções para gerar empoderamento econômico às populações postas à margem. Por isso os projetos da instituição estimulam a prática empreendedora para o alcance (ou elevação) de renda e da auto estima. Sendo assim, o instituto se propõe a dar o peixe, mas também ensina a pescar!​

 

Além do mosaico as demais áreas de atuação, como fotografia social,artesanato sustentável e gastronomia, foram inseridas como oportunidade de negócio para a geração de renda às donas de casa. Neste sentido o intuito é sempre ampliar os impactos, econômicos, sociais e ambientais através da economia criativa, em comunidades em vulnerabilidade social.​Com isso vemos que a nossa missão não está cumprida, mas está apenas começando! Queremos construir junto com a sociedade um movimento constante pela inclusão social e melhoria da qualidade de vida, de moradores de comunidades populares, por todo o país.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload